MARCELO WATANABLE e MARCELO WATANABLE & RIO PRETO ALL STARS

"Acoustic & Eletric"  e "Black river Blues"  (independentes)

  

O guitarrista paulistano lança dois CDs ao mesmo tempo, um deles à frente de um selecionado da cena blues de São José do Rio Preto (SP), e outro com sua própria banda.

   O repertório de Black River é de clássicos do blues, com exceção de Georgia on my mind, Beast of burden (Rolling Stones) e a faixa-título, composta por Watanabe. O grupo conseguiu dar um toque pessoal a músicas manjadas como The thrill is gone, Hoochie coochie man (que termina com a letra de Trem das onze!) e It hurts me too, cujo slide é mais feroz e sujo, na linha de George Thorogood. Watanabe explora o slide também em Baby, please don’t go, número solo e acústico com direito a citação de Boom boom. Entre os músicos de Rio Preto, destacam-se o gaitista Cassiano Coelho (da Dr. Blues), que participa de várias faixas; o baixista Paulo Jiló e o baterista Stéfano de Marco, que imprime uma levada inusitada a Ramblin’ on my mind.

   O Acoustic & Electric tem mais classic rock, destacando-se versões acústicas (ou semiacústicas) como as de Show me the way, Let it be e Stand by me, que ficaram mais diferentes das gravações originais. Representando o blues há You give me loving, onde o guitarrista faz outro expressivo slide, bem ao estilo Delta.

 

Acoustic & Eletric 

 

 

  Assine a Blues'n'Jazz